Notícias

2º dia de CBGO 2022 debate melhoria contínua nos cuidados com a Saúde da Mulher

Sábado, 19 Novembro 2022 11:39

2º dia de CBGO 2022 debate melhoria contínua nos cuidados com a Saúde da Mulher

 

O segundo dia do 60º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia apresentou em sua grade de programação grandes discussões sobre a saúde ginecológica da mulher, repercutindo, debatendo e atualizando temas que buscam promover melhorias no atendimento de pacientes.

 

O presidente, Dr. Agnaldo Lopes, destacou a responsabilidade da FEBRASGO em manter-se em seu compromisso de oferecer educação médica continuada de alta qualidade. “Para melhorar o atendimento às mulheres brasileiras, temos muito o que aprender, para melhorar a nossa prática da ginecologia no dia a dia”, destacou sobre a importância do CBGO.

 

A grade de ginecologia endócrina abordou sobre quando prescrever e o que esperar como resultado da Metformina ou Inositol, com a Dra. Cristina Laguna, presidente da Comissão Especializada em Endocrinologia, além de tratar sobre distúrbio metabólico, manifestações hiperandrogênicas na Síndrome do Ovário Policístico e Insuficiência Ovariana Prematura.

 

Em sua participação no videocast que a FEBRASGO grava durante o CBGO 2022, a Diretora de Defesa e Valorização, Dra. Maria Celeste, ressaltou a importância de constantemente discutir sobre parto respeitoso e de segurança. “Nós, obstetras, temos como missão tratar sempre as nossas pacientes com maior qualidade possível de respeito, dignidade e essencialmente prezando pela qualidade do parto”, comenta Celeste.

 

O combate a Infecção Urinária na Mulher foi uma das teses apresentadas pela palestrante Ana Selma Bertelli, que falou sobre como conduzir a infecção no pronto-atendimento. Em seguida também foi argumentado sobre bacteriúria assintomática, que consiste na presença de bactérias na urina de pacientes sem sintomas.

 

As questões do cotidiano da sexualidade feminina fez parte da mesa que debateu sobre o  manejo da disfunção sexual das mulheres tratadas pelo câncer de mama mencionado pela médica Flávia Fairbanks.  Bem como a abordagem da disfunção sexual em mulheres vitimizadas, cuidado da saúde sexual da gestante e da puérpera e terapia sexual definição e modalidades.

 

O combate à mortalidade materna foi um dos assuntos que a impactou levando a conhecimento sobre as principais causas, como a hemorragia evidenciada pela médica Eliana Amaral, assim como os índices de morte por hipertensão explanados pela ginecologista Maria Laura Costa.

 

Outro tema repercutido foi a Ginecologia Oncológica, com a palestra da especialista Sophie Françoise sobre a importância do conhecimento da histogênese dos tumores ovarianos. E sobre a relevância dos marcadores tumorais e métodos de imagem de primeira linha. IOTA ou O-rads.

 

A atenção e acompanhamento da gestante também foi um tratado pela mesa de assistência ao abortamento, parto e puerpério que reuniu grandes nomes da área a fim de tratar sobre cesariana a pedido da paciente, tendo o pré-natal como um grande influenciador na decisão da mulher.

 

“O Congresso reúne uma grade com temas bastante atuais para melhorar as condições de ginecologistas e obstetras e, acima de tudo, o atendimento às mulheres brasileiras”, celebra Agnaldo.

 

 

 

 


Deixe um comentário

Mais sobre o assunto

NOTA OFICIAL FEBRASGO 25/11/22

NOTA OFICIAL FEBRASGO 25/11/22

A Febrasgo apoia os termos da nota de esclarecimento da ...
Diagnóstico tardio contribui para aumento de casos de câncer infanto juvenil em 8 anos

Diagnóstico tardio contribui para aumento de casos de câncer infanto juvenil em 8 anos

Diagnóstico tardio contribui para aumento de casos de câ...