Notícias

Uso de anticoncepcionais e reposição hormonal na menopausa é ponto de atenção para trombose, alerta FEBRASGO

Quinta, 13 Outubro 2022 11:20

A doença atinge mais de 180 mil pessoas por ano no país

 

 

Dia 13 de outubro é celebrado o Dia Mundial de Conscientização e Combate à Trombose, data estabelecida pela Sociedade Internacional de Trombose e Hemostasia e que tem o objetivo de alertar sobre os riscos e formas de prevenção. A doença ataca principalmente as veias das pernas (Trombose Venosa Profunda) e os pulmões (embolia pulmonar).

 

De acordo com um levantamento da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), com base dados do Datasus, do Ministério da Saúde, no Brasil, 113 pessoas por dia, em média, são internadas na rede pública para o tratamento de trombose venosa.  A doença é silenciosa e com difícil diagnóstico clínico e atinge mais de 180 milhões de brasileiros no país. 

 

A ginecologista Venina Isabel de Barros, presidente da Comissão Nacional de Especializada em Tromboembolismo Venoso da Federação Brasileira de Ginecologia Obstetrícia (Febrasgo), explica que a doença ocorre por uma interrupção do fluxo da veia por um coágulo (veia entupida).

 

“A trombose pode ser causada por um trauma que obstrui a veia, por exemplo, acidente de carro ou moto. E também pode ser provocada por aumento da viscosidade do sangue, ou seja, por uma desidratação, vômitos excessivos ou viagens prolongadas por mais de 4 horas, como é o caso do avião, além do ar seco, existe a imobilização. Além de situações como o uso de alguns anticoncepcionais e alguns hormônios para tratar menopausa”, alerta Venina.

 

 

Trombose e a Gestação

 

A médica da Febrasgo alerta que a gravidez aumenta em 5 vezes o risco de trombose, devido ao aumento dos hormônios, fatores de coagulação e compressão pelo útero das veias das pernas.

Vale ressaltar que as infecções graves, como pneumonias e infecções urinárias graves (pielonefrites) podem aumentar o risco de trombose, principalmente na gravidez.

 

“O risco de trombose aumenta 30 vezes no pós parto. Todas as mulheres precisam estar cientes disso. A Febrasgo disponibiliza de forma gratuita o Manual de Prevenção da Trombose na Hospitalização de gestantes. Todos os ginecologistas podem acessar e calcular o risco de trombose de suas gestantes”, salienta a ginecologista.

 

Varizes e Trombose

 

Os pacientes que têm varizes dos membros inferiores têm maior risco de desenvolver trombose venosa profunda do que os indivíduos que não sofrem com veias varicosas.

 

Prevenção

 

A Dra. Venina dá dicas para evitar a doença, e destaca a importância de manter um controle do peso, atividades físicas regulares e manter a hidratação. Além de não comprimir as pernas por longo período. Atenção nas viagens de longa distância. Discutir com seu médico o uso de pílulas e tratamentos hormonais mais adequados para cada pessoa.

 

“Manter uma atividade física regular ajuda a prevenir a trombose em todas as fases da vida. Importante manter atividade física na gravidez e pós parto. No momento de qualquer hospitalização, lembre- se de levantar ou mover as pernas sempre que possível” orienta Venina.

 

Tratamento

 

O tratamento é bastante eficaz e consiste em medicamentos para ‘afinar’ o sangue ou anticoagulantes.  O medicamento a ser utilizado vai depender de cada situação.


Deixe um comentário

Mais sobre o assunto

Diagnóstico tardio contribui para aumento de casos de câncer infanto juvenil em 8 anos

Diagnóstico tardio contribui para aumento de casos de câncer infanto juvenil em 8 anos

Diagnóstico tardio contribui para aumento de casos de câ...
CBGO 2022

CBGO 2022

Novidade, Hands On é destaque no terceiro dia de CBGO 2022   O ...
2º dia de CBGO 2022 debate melhoria contínua nos cuidados com a Saúde da Mulher

2º dia de CBGO 2022 debate melhoria contínua nos cuidados com a Saúde da Mulher

2º dia de CBGO 2022 debate melhoria contínua nos cuidados com ...