Notícias

A importância da atuação do Ginecologista e Obstetra nos cuidados com a mulher com diabetes na gestação

Quarta, 14 Novembro 2018 09:59

Há muitos anos, a associação entre o diabetes e a gestação tem chamado a atenção de obstetras e endocrinologistas por tratar-se de situação de risco para mulheres e seus filhos.

Neste dia  onde as atenções estão voltadas para para os cuidados com o diabetes há muito o que comemorar: o controle glicêmico que a cada dia tem se tornado mais adequado, a incorporação de novas insulinas e de ferramentas para monitorização glicêmica e a redução da mortalidade materna e perinatal.

Porém, apesar destes avanços, precisamos agora concentrar nossos esforços em aumentar as taxas de gestações programadas e planejadas. Realizar o planejamento da gestação possibilita que a mulher diabética possa experimentar a gestação e a maternidade da forma mais plena possível e com menores riscos. Assim, deve fazer parte das consultas médicas de mulheres diabéticas em idade fértil a discussão sobre este planejamento. O controle glicêmico no período periconcepcional é essencial para a redução do risco de malformações fetais da mesma forma que o controle de eventual doença renal ou da retina são muito importantes para se evitar o agravamento destas complicações do Diabetes.

É muito importante  ressaltar que com bom planejamento e seguimento, na grande maioria das situações os desfechos da gestação serão favoráveis.

Além do contingente de mulheres já sabidamente diabéticas, a hiperglicemia ainda poderá acometer as gestantes com o desenvolvimento do diabetes gestacional.

Neste sentido, a FEBRASGO tem trabalhado junto à SBD (sociedade Brasileira de Diabetes), à Opas/OMS e ao MS com o intuito de produzir recomendações para o diagnóstico de diabetes gestacional e mais recentemente sobre o tratamento desta condição clínica.

Nossa responsabilidade como Ginecologistas e Obstetras aumenta ainda mais quando avaliamos que o controle glicêmico inadequado levará o filho da mulher com diabetes a apresentar maior risco de obesidade e diabetes no futuro, deixando claro a importância do diagnóstico e tratamento desta doença no combate ao círculo vicioso que pode se instalar.

Neste sentido o mundo todo tem reconhecido a importância de se considerar a hiperglicemia na gestação um problema de saúde pública para o qual ao necessárias medidas urgentes e eficazes.

O compromisso mundial de lutar pelos melhores cuidados no diagnóstico e tratamento do diabetes foi firmado na “Declaração do Rio de Janeiro”, no último congresso da FIGO e teve participação importante da FEBRASGO.

Assim, neste dia em que as atenções estão voltadas ao diabetes, conclamamos todos os Ginecologistas e Obstetras a unirem esforços para que as mulheres diabéticas, por nós atendidas, recebam os melhores cuidados de saúde existentes.

 

Rossana Pulcineli Vieira Francisco

Presidente da CNE de hiperglicemia e gestação

Presidente da SOGESP (São Paulo)

Prof associada da disciplina de Obstetricia do departamento de Obstetricia e Ginecologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

 

 

 

 

 

 


Deixe um comentário

Mais sobre o assunto

COMUNICADO URGENTE SOBRE AS ELEIÇÕES

COMUNICADO URGENTE SOBRE AS ELEIÇÕES

COMUNICADO URGENTE SOBRE AS ELEIÇÕES   Considerando não ter ...
COMUNICADO IMPORTANTE SOBRE AS ELEIÇÕES

COMUNICADO IMPORTANTE SOBRE AS ELEIÇÕES

Prezados Presidentes das Federadas FEBRASGO Nos dias 28 e 29 de junho ...
Manifestação da FEBRASGO sobre abusos sexuais  de médico do Ceará

Manifestação da FEBRASGO sobre abusos sexuais de médico do Ceará

A FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia ...