Nutrição e alimentação são pontos fundamentais à Saúde da Mulher, alerta especialista da FEBRASGO.

Sexta, 31 Março 2023 11:18

 
Especialistas alertam que a falta de nutrientes pode causar infecções e doenças mentais

 

O Dia Nacional da Saúde e Nutrição é celebrado dia 31 de março. A  data tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da alimentação saudável e equilibrada para o bom funcionamento do organismo. Em alusão a este dia, a Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) destaca a importância da equilibrada na Saúde da Mulher, especialmente no que tange à ingestão balanceada de nutrientes. Especialmente no período gestacional, por exemplo, o compromisso quanto à alimentação aumenta, visto que isso afeta diretamente no desenvolvimento também do bebê.

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o peso ideal para a gestação deve considerar o estado nutricional da gestante e o seu peso até a 13ª semana. Com estes dados, calcula-se o IMC (índice de massa corporal). A OMS aponta 14,5 kg como o peso ideal para uma grávida ganhar até o parto.

 

O ginecologista Sérgio Hecker Luz, membro da Comissão de Assistência Pré-natal, alerta: “Para prevenir a desnutrição na gravidez, a mãe deve ter uma alimentação adequada que inclua a quantidade de energia e todos os elementos necessários para a formação do feto, banco de gordura, defesa do organismo etc. A gestante deve priorizar as seis refeições diárias, que tenham todos os elementos essenciais; além da ingestão de líquidos, e também como é recomendado pelo Ministério da Saúde a suplementação de ferro na gestação e após três meses do parto”.

 

Em caso de desnutrição extrema, pode haver morte uterina, aborto e má formação fetal. No período de gestação, a mãe tem uma tarefa que exige fornecer muita energia, para formar a formação do feto, sendo assim ela produz naturalmente um banco de gordura para poder amamentar o recém-nascido. Se não tiver essa energia a mãe poderá ter um feto pequeno para idade gestacional ou parir prematuramente. A grávida precisa dessa energia para desenvolver a capacidade de aguentar o trabalho da gestação tanto físico como emocional. Além disso, pela falta de nutrientes ela pode ser mais suscetível a infecções, doenças mentais etc.

 

Vale ressaltar que o pré-natal tem como objetivos acompanhar, prevenir, esclarecer, educar, orientar a gestante para que o resultado gestacional seja o melhor possível nos aspectos físicos, emocionais e sociais. Incluindo amamentação, anticoncepção, vida sexual, atividade física e volta ao estado não gravídico.

 

“Se a gestante tiver uma alimentação saudável e equilibrada e fizer exercícios físicos ela terá menos chances de complicações na sua gestação. Aqui enfatizo que uma alimentação saudável equilibrada é o fundamental. Se isto for seguido, não precisamos detalhar a quantidade de cada elemento. O elemento a ser suplementado é o sulfato ferroso, conforme indicação do Ministério da Saúde”, destaca o Dr. Sérgio.

 

 

Campanha Nutrindo Amor

Visando fazer um alerta para o papel da alimentação em todo o processo gestacional, a FEBRASGO promoveu entre 2021 e 2022 a Campanha Nutrindo Amor que, entre outras ações, disponibilizou uma série de conteúdos informativos com materiais educativos, que podem ser conferidos em https://www.febrasgo.org.br/pt/download-nutrindo-o-amor


Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site consideramos que você está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

Aceitar e continuar no site