Notícias

Reunião da Comissão de Residência Médica

Quinta, 08 Novembro 2018 11:58

A Reunião da Comissão de Residência Médica foi de suma importância. Conforme o presidente da Comissão, Gustavo Salata Romão, houve amplo debate sobre as metas pra 2019.

“Tratamos, por exemplo, da atualização da matriz de competências de Ginecologia e Obstetrícia”, relata ele. “Faremos um novo processo de validação de competências, buscando ajustes para melhor orientação dos programas de residência. Inclusive consultaremos as Comissões Nacionais Especializadas para colher subsídios para essa atualização”.

Também foram discutidas novas estratégias para o Curso de Capacitação dos Preceptores. Em 2018, já foram realizados módulos teóricos nos meses de maio e junho, além de um módulo presencial em agosto.

“Os preceptores são os supervisores dos residentes. Nossa meta é realmente capacitá-los para que possam formar cada vez melhor. Em 2019, teremos mais 3 módulos presenciais. Todos aqueles que completaram o curso online terão como participar da etapa prática”.

Outro desafio para o próximo ano é a consolidação do Teste de Progresso Individual (TPI). Este é um método válido e confiável para avaliação de residentes e de programas de residência médica.

Por se tratar de uma avaliação longitudinal, permite ao médico residente a oportunidade de auto avaliação, correção de desvios, além de constituir um grande estímulo ao aprendizado. Em diversos países como os Estados Unidos e a Holanda, o TPI é rotineiramente aplicado em diversos programas de residência médica, inclusive na especialidade de Ginecologia e Obstetrícia há mais de uma década.

“Almejamos conquistar definitivamente a confiança dos residentes e dos preceptores de programas de residência”.

Durante o FIGO, surgiu a ideia de promover em 2019 o I Encontro Nacional de Preceptores de Residência em Ginecologia e Obstetrícia, proposta que será apresentada à diretoria da FEBRASGO.

 


Deixe um comentário

Mais sobre o assunto

Em 20 anos, gravidez após os 35 anos cresce 65% no Brasil

Em 20 anos, gravidez após os 35 anos cresce 65% no Brasil

Casamento tardio, dedicação a estudos e carreira influenciam mudanç...
Hormônios bioidênticos na pós-menopausa

Hormônios bioidênticos na pós-menopausa

A ideia de denominar substâncias hormonais semelhantes aos produzidos ...
Mamografia faz mal?

Mamografia faz mal?

Surgem questionamentos sobre a prática médica em diferentes á...
FEBRASGO brilha na noite de entrega do I Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica

FEBRASGO brilha na noite de entrega do I Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica

Aconteceu em 5 de dezembro de 2018, a noite de premiação ...