Notícias

Teste de Progresso para médicos residentes.

Quinta, 03 Maio 2018 12:53
Objetivo do exame FEBRASGO é avaliar performance no processo de formação individual

        A partir de 2018, o Teste de Progresso Individual (TPI) será oferecido a todos os médicos residentes em Ginecologia e Obstetrícia do Brasil.

        “O intuito é qualificar a formação do especialista em GO a partir de sua avaliação progressiva ao longo do Programa de Residência”, afirma Gustavo Salata Romão, presidente da Comissão de Residência Médica da Febrasgo.

         Ele explica que em algumas especialidades o teste já é realizado em todo o País, mas na Ginecologia e Obstetrícia é a primeira vez que ocorrerá em todo o território nacional. Vale frisar que, na GO, o TPI já é aplicado há mais de 15 anos em países como Estados Unidos e Holanda.

        Estão aptos a participar os residentes de primeiro, segundo e terceiro ano (R1, R2 e R3), devendo comprovar matrícula em algum Programa de Residência Médica credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica do Ministério da Educação (CNRM/MEC), no primeiro semestre de 2018.

        O exame é composto por uma prova teórica de múltipla escolha, com 50 questões de Ginecologia e 50 de Obstetrícia.

        A nota de corte é de 60% do total. No entanto, aos participantes matriculados no R3, exige-se ainda que respondam corretamente 60% das questões de Ginecologia e 60% das questões de Obstetrícia.

        “Os candidatos situados entre os 40% melhores em relação a todos os outros residentes do seu mesmo nível de progressão (R1, R2 e R3) em pelo menos duas versões da prova, incluindo necessariamente o terceiro ano de residência (R3), poderão ser dispensados da Prova Teórica para o Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia (TEGO) do ano subsequente à conclusão do Programa”, adianta Salata.

        As inscrições podem ser feitas somente pela Internet, no portal www.febrasgo.org.br, até às 18h de 6 de julho de 2018.  “O teste possibilita que o participante faça uma avaliação e reconheça os pontos fortes da sua formação e os aspectos em que ainda precisam ser melhorados, aprimorados ou reforçados. Finalmente, o consolidado de desempenho geral dos participantes trará uma visão mais realística da qualidade da formação especializada em GO, em todo o Brasil e em cada região”.

        O Teste de Progresso Individual é um método utilizado como avaliação de residentes e programas de residência médica.

 

 

Deixe um comentário