Notícias

Ex-presidente Temer encerra mandato com resolução nociva à boa Medicina

Segunda, 18 Fevereiro 2019 15:49

Foi homologada pelo ex-ministro de Estado da Saúde, Gilberto Occhi, no Diário Oficial do de 31 de dezembro de 2018, a Resolução Nº 586 do Conselho Nacional de Saúde que rejeita o Exame de Ordem para o exercício da Medicina.

Desta forma, recém-graduados não poderão ser submetidos a este tipo de avaliação, conforme ocorria há mais de dez anos em São Paulo, por iniciativa do Conselho Regional de Medicina do Estado.

A normativa é um retrocesso e favorece à proliferação dos cursos de Medicina sem critérios e a má qualidade da formação médica. Aliás, as entidades médicas e sociedades de especialidades como a FEBRASGO há anos lutam para que o Exame de Ordem vire lei para todo o território nacional.

A FEBRASGO repudia a ação do ex-presidente Temer nos estertores de sua gestão e já está se mobilizando para que o novo Governo revogue a resolução, priorizando a formação adequada de novos médicos e a assistência de qualidade aos pacientes.


Deixe um comentário

Mais sobre o assunto

COMUNICADO URGENTE SOBRE AS ELEIÇÕES

COMUNICADO URGENTE SOBRE AS ELEIÇÕES

COMUNICADO URGENTE SOBRE AS ELEIÇÕES   Considerando não ter ...
COMUNICADO IMPORTANTE SOBRE AS ELEIÇÕES

COMUNICADO IMPORTANTE SOBRE AS ELEIÇÕES

Prezados Presidentes das Federadas FEBRASGO Nos dias 28 e 29 de junho ...
Manifestação da FEBRASGO sobre abusos sexuais  de médico do Ceará

Manifestação da FEBRASGO sobre abusos sexuais de médico do Ceará

A FEBRASGO (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia ...