Notícias

Vacinação da Coqueluche para Gestantes

Sexta, 17 Novembro 2017 17:03
        Tendo em vista:
  • A orientação dos associados Ginecologistas e Obstetras com informações técnicas e científicas;
  • Que o objetivo desta orientação seja a maior segurança no exercício profissional e a qualidade no atendimento das mulheres;
  • A manutenção de casos registrados de óbito em crianças abaixo de três meses de vida por coqueluche, prevenível através da vacinação adequada da mãe;
  • A existência de uma vacina tríplice bacteriana acelular do adulto (dTpa) disponível tanto na rede privada, quanto na rede pública (gratuitamente) e
  • Finalmente, pelos índices atuais de cobertura vacinal das gestantes estar abaixo do esperado;
       A Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia – FEBRASGO –   vem por meio desta, RECOMENDAR que toda gestante e em cada gestação receba  orientação e prescrição de uma dose de vacina dTpa para ser aplicada após a 20ª semana de gestação (até 15 dias antes do parto, para ter algum efeito de transferência de anticorpos para o feto). Adicionalmente, é salutar a orientação da mesma vacinação para os possíveis contatos da futura criança.
       A FEBRASGO acredita que a perda de um filho tão precoce e por uma doença prevenível, cuja principal fonte de transmissão é a própria família, resulta em um imenso transtorno para a vida das mulheres e seus familiares. Ao fazer tal ação durante a gestação e deixando-a registrada, o Ginecologista e Obstetra, além de exercer sua função maior de zelar pela vida, poderá se eximir de possível responsabilização judicial, no caso de ocorrer alguma fatalidade decorrente da coqueluche neonatal.

Deixe um comentário