O Primeiro dia da 29ª Jornada Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia promove debate sobre mortalidade materna na população negra

Sexta, 10 Maio 2024 10:24

Nesta quinta-feira (09), especialistas de todo Brasil estiveram presentes acompanhando a programação do evento com temas importantes para a saúde da mulher

No primeiro dia da 29ª Jornada Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, promovida pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), que aconteceu nesta quinta-feira (09), em Salvador (BA), especialistas de todo o país, cerca de 1500 inscritos, marcaram presença para explorar temas que abrangem desde a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças ginecológicas até os avanços em tratamentos obstétricos e questões psicossociais que impactam a saúde da mulher.

 

Durante a cerimônia de abertura, a presidente da FEBRASGO, Dra. Maria Celeste Osório Wender, destacou a importância do encontro e reforçou o compromisso da Federação em unir profissionais dedicados e comprometidos com a saúde da mulher brasileira: “A jornada que acontece aqui em Salvador é um importante encontro dedicado ao avanço do conhecimento científico. Hoje, diante de tantos colegas, quero enfatizar a importância da atualização científica como ferramenta fundamental para a segurança e promoção da saúde feminina”.

 

Também esteve presente na abertura o diretor científico da FEBRASGO, Dr. Agnaldo Lopes, que enfatizou o compromisso da Instituição com o avanço contínuo e a excelência na formação e prática médica no Brasil. “O evento reunirá uma pluralidade de assuntos e se apresentará como uma oportunidade singular para profissionais de saúde atualizarem-se sobre os mais recentes avanços na área de ginecologia e obstetrícia, promovendo o fortalecimento do conhecimento científico e da prática médica”, disse o diretor.

 

Fórum de Mortalidade Materna da Pessoa Negra

 

O destaque da programação do dia foi o Fórum de Mortalidade Materna da Pessoa Negra, que trouxe para o debate aspectos importantes do panorama brasileiro. Com a coordenação da Dra. Roseli Nomura, diretora administrativa da FEBRASGO, participaram da discussão a Dra. Maria Celeste Osório Wender, além da Dra. Acácia Maria Lourenço, que trouxe a evolução ao longo do tempo e ODS, e a palestrante Renata de Oliveira que falou sobre o racismo estrutural e a assistência à gestante e puérpera.

 

Segundo dados de 2022, a taxa de mortalidade materna entre mulheres negras é mais do que o dobro daquela entre mulheres brancas. A cada 100 mil nascidos vivos, houve 100,38 mortes de mães negras em comparação com 46,56 mortes de mães brancas. Para mulheres pardas, a taxa foi de 50,36. Esses números foram revelados pela Pesquisa Nascer no Brasil II: Inquérito Nacional sobre Aborto, Parto e Nascimento, conduzida pelo Ministério da Saúde em colaboração com a Fiocruz.

 

O Fórum realizado nesta jornada é um espaço importante para discutir as questões de saúde da mulher negra em Salvador, especialmente por ser uma capital majoritariamente negra. O painel contou com a participação do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde da Bahia e de várias outras entidades, incluindo o Comitê de Mortalidade Materna do município. Diversos profissionais e indivíduos preocupados com a redução da mortalidade materna estiveram presentes.

 

Para a coordenadora do Fórum, é importante destacar que esse problema não se restringe ao momento do parto, mas envolve todo o cuidado desde a atenção pré-natal até o acompanhamento pós-parto na Unidade Básica de Saúde (UBS) e o encaminhamento para serviços de saúde mais especializados quando necessário. “Devemos também enfatizar o cuidado no puerpério para combater a mortalidade materna não apenas entre mulheres negras, mas em todas as mulheres. É essencial que tenhamos uma visão abrangente de toda a cadeia de cuidados de saúde para alcançarmos resultados efetivos. Além disso, é importante reconhecer que as mulheres negras enfrentam problemas específicos, mas também existem outras questões associadas, incluindo a mortalidade em diferentes faixas etárias, como entre as jovens", concluiu a Dra. Roseli Nomura.

 

Serviço do Evento:

 

Evento: 29ª Jornada Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Data: 9 a 11 de maio de 2024

Local: Salvador (BA) - Brasil

Centro de Convenções de Salvador

Av. Octávio Mangabeira, 5.490

 

Para mais informações e inscrições, visite: https://jbgo2024.com.br/

 


Mais conteúdos

Nota de Falecimento Shoemon Yamamoto

Nota de Falecimento Shoemon Yamamoto

É com profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento ...
A FEBRASGO se posiciona sobre a condução do PL 1904/2024

A FEBRASGO se posiciona sobre a condução do PL 1904/2024

A FEBRASGO se posiciona sobre a condução do PL 1904/2024, ...
Joinville será líder no tratamento de emergências hipertensivas durante a gravidez

Joinville será líder no tratamento de emergências hipertensivas durante a gravidez

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Joinville promoveu ...

Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site consideramos que você está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

Aceitar e continuar no site