NOTA DE ESCLARECIMENTO

Quinta, 13 Julho 2023 09:46

Sobre as recentes reportagens sobre médico que denunciou paciente por aborto, a FEBRASGO esclarece que guardar segredo sobre informação obtida durante exercício profissional é obrigação ética e legal.

 

A quebra de sigilo profissional é infração sujeita a processo disciplinar e ação judicial.

O papel da Medicina é cuidar, não julgar. A assistência prestada deve ser sempre pautada em princípios científicos, éticos e bioéticos.

 

Faz parte do compromisso da FEBRASGO o apoio à garantia dos direitos e do acesso à saúde reprodutiva das mulheres brasileiras.

 

Comissão Nacional Especializada de Violência Sexual e Interrupção Gestacional Prevista em Lei da FEBRASGO


Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site consideramos que você está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

Aceitar e continuar no site