Notícias

Parecer sobre a matéria que circula na mídia, intitulada “280 menores realizam transição de gênero em hospital da USP”: Esclarecimentos à população.

Terça, 31 Janeiro 2023 15:36

Comissão Nacional Especializada de Sexologia da FEBRASGO

Comissão Nacional Especializada de Ginecologia Infanto-puberal

 

Crianças com idade até 11 anos, que apresentam comportamentos com características sugestivas de transgêneros (trans) precisam ser acompanhadas por equipe multiprofissional formada por médicos e psicólogos, que irão orientar os pais sobre a maneira correta de lidar com estes comportamentos. Estudos com pequenas casuísticas evidenciam que apenas 12 a 15% destas crianças serão transgeneros na vida adulta. Se as características trans perdurarem até a adolescência, é muito provável que a pessoa seja um adulto transgênero. 

O bloqueio do eixo hipotálamo-hipofisário-gonadal só é recomendado para adolescentes no estádio II de Tanner, quando inicia o desenvolvimento das características sexuais secundárias como crescimento das mamas, dos pelos pubianos e desenvolvimento do pênis. Uma das razões para esperar esta idade é para que a criança veja as mudanças no seu corpo e manifeste o seu sentimento em relação a elas.  

De acordo com a resolução do Conselho Federal de Medicina “o bloqueio do eixo hipotálamo-hipofisário-gonadal será prescrito por médico endocrinologista, ginecologista ou urologista, todos com conhecimento científico específico, integrante de equipe multiprofissional envolvida no Projeto    Terapêutico Singular (PTS), com o diagnóstico e o acompanhamento da criança púbere ou adolescente transgênero, sendo realizado com a anuência de seu responsável legal”. É   permitido   realizar a hormonioterapia de afirmação de gênero em adolescentes trans somente a partir dos 16 anos  de  idade.

O bloqueio do eixo hipotálamo-hipofisário-gonadal é uma prática realizada em crianças, com idade menor ou igual a 8 anos, apenas para o tratamento da Puberdade Precoce, que é uma doença que não tem associação com a condição transgênero. NÃO é realizado o bloqueio do eixo hipotálamo-hipofisário-gonadal em crianças com a finalidade de iniciar o processo de afirmação de gênero.

Assim, os ambulatórios especializados no cuidado às crianças com características trans e aos seus pais ou cuidadores, trabalham com protocolos rigorosamente elaborados de acordo com os resultados de pesquisas científicas sobre transgêneros, publicados em revistas internacionais com rigoroso controle científico e ético.

 


Deixe um comentário