Notícias

Nota de Posicionamento

Quinta, 05 Agosto 2021 17:52

São Paulo, agosto de 2021

 

Nota de Posicionamento

Em relação às notícias publicadas na imprensa, nesta semana, sobre as Operadoras de Plano de Saúde exigirem a autorização do companheiro para mulheres que optam pela inserção do DIU (Dispositivo Intrauterino), a Febrasgo, maior sociedade médica brasileira voltada a profissionais de ginecologia e obstetrícia, não concorda e não reconhece a obrigatoriedade por entender que isso fere a autonomia da mulher.

Com a missão de atuar no âmbito científico e profissional, promovendo educação e atualização através de informações confiáveis e valorizando a saúde da mulher, a Febrasgo entende que tal exigência representa um fator prejudicial aos direitos reprodutivos da mulher.


Deixe um comentário

Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site consideramos que você está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

Aceitar e continuar no site