Notícias

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 257

Teste de progresso

Terça, 27 Fevereiro 2018 11:44
O Teste de Progresso Individual (TPI) é um método válido e confiável para avaliação de residentes e de programas de residência médica. Por se tratar de uma avaliação longitudinal, permite ao médico residente a oportunidade de auto avaliação, correção de desvios, além de constituir um grande estímulo ao aprendizado. Em diversos países como os Estados Unidos e a Holanda, o TPI é rotineiramente aplicado em diversos programas de residência médica, inclusive na especialidade de Ginecologia e Obstetrícia há mais de uma década.

Por iniciativa da Febrasgo, a partir de 2018 o TPI foi implementado e oferecido a todos os médicos residentes de Ginecologia e Obstetrícia do Brasil. A prova será aplicada anualmente aos residentes de primeiro, segundo e terceiro ano regularmente matriculados em Programas credenciados pelo Ministério da Educação.
Em 2019 a Prova será aplicada em Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE), Recife (PE), Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Os médicos residentes submetidos às avaliações nos três anos consecutivos do programa e que apresentarem desempenho satisfatório em pelo menos duas avaliações, incluindo obrigatoriamente o último ano da residência, terão sua nota aproveitada para a prova teórica do exame de suficiência para obtenção do Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia (TEGO) e serão submetidos apenas à prova prática no ano seguinte da conclusão de seu programa de residência.

Para cada avaliação do TPI, o desempenho de um candidato será considerado satisfatório quando estiver acima do percentil 60 (p60) em relação aos outros candidatos do seu mesmo nível de progressão (R1, R2 ou R3).

 


Para consultar situação de Deferimento/Pendência


Deixe um comentário

Mais sobre o assunto

Conquistas da gestão

Conquistas da gestão

Estamos chegando ao final da gestão 2016-2019 com muitas ...
Violência obstétrica é assunto na imprensa

Violência obstétrica é assunto na imprensa

Nesses quatro anos, o assunto “violência obstétrica”, foi ...