FEBRASGO destaca a importância da alimentação adequada para o equilíbrio hormonal e da promoção da longevidade no Dia da Saúde e Nutrição

Thursday, 28 March 2024 12:07

No próximo dia 31 de março, celebraremos o Dia da Saúde e Nutrição, uma oportunidade ímpar para aprofundarmos a discussão e a avaliação das práticas alimentares. Neste contexto, destacam-se iniciativas como a redução do consumo de sal e açúcar no ambiente doméstico, bem como mudanças na rotulagem de alimentos. A Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) reconhece a centralidade da nutrição na promoção da saúde e do bem-estar, incluindo seu papel vital na manutenção do equilíbrio hormonal e na promoção da longevidade.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), por meio da Estratégia Global para a Promoção da Alimentação Saudável, Atividade Física e Saúde, recomenda que os governos elaborem e atualizem regularmente diretrizes nacionais sobre alimentação e nutrição, levando em consideração mudanças nos padrões alimentares, nas condições de saúde da população e nos avanços científicos.

 

O Dr. José Maria, presidente da Comissão de Ginecologia Endócrina da FEBRASGO, explica que os hormônios desempenham um papel fundamental na regulação de várias funções do corpo, incluindo o metabolismo, crescimento, reprodução e resposta ao estresse. “Uma alimentação balanceada e nutritiva pode ter um papel fundamental na regulação hormonal e na promoção de uma vida mais longa e saudável. Há necessidade de equilíbrio nos macronutrientes como proteínas, carboidratos e gorduras. Entre os micronutrientes, salientamos o iodo, que é importante na síntese de hormônios tireoidianos. O excesso de carboidratos e gorduras,  tem impacto no peso e no metabolismo, levando ao excesso de insulina, o que afeta a saúde reprodutiva e aumenta o risco de desenvolvimento de diabetes mellitus”, destaca o médico.

 

A saúde nutricional desempenha um papel crucial na saúde reprodutiva feminina, influenciando o equilíbrio hormonal. Um sincronismo adequado entre diversos hormônios é essencial para a atividade ovariana e um ciclo menstrual regular, além de ser vital para a fertilidade e a saúde reprodutiva das mulheres. Quando há excessos na alimentação, com aumento das calorias, pode ocorrer ganho de peso e o surgimento de fatores que interferem nos hormônios, especialmente na função ovariana, dificultando a ovulação e a produção de progesterona. Isso pode impactar negativamente na saúde reprodutiva.

 

Síndrome dos Ovários Policísticos

 

Mulheres com Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) frequentemente consomem grandes quantidades de alimentos, o que pode ter um impacto significativo no peso corporal e na saúde reprodutiva. “A SOP é uma condição endócrina comum que afeta mulheres em idade reprodutiva e é caracterizada por desequilíbrios hormonais, como altos níveis de androgênios (hormônios masculinos), ciclos menstruais irregulares e múltiplos cistos nos ovários. Portanto, é fundamental que o tratamento da SOP comece com a adoção de uma dieta balanceada, que inclua uma redução calórica adequada, variando de 750 a 1500 calorias por dia, combinada com a prática regular de atividade física. A escolha da dieta mais adequada depende do padrão alimentar que a paciente seguia antes de iniciar essa mudança de estilo de vida”, pontuou o médico.


Mais conteúdos

Nota de Falecimento Shoemon Yamamoto

Nota de Falecimento Shoemon Yamamoto

É com profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento ...
A FEBRASGO se posiciona sobre a condução do PL 1904/2024

A FEBRASGO se posiciona sobre a condução do PL 1904/2024

A FEBRASGO se posiciona sobre a condução do PL 1904/2024, ...
Joinville será líder no tratamento de emergências hipertensivas durante a gravidez

Joinville será líder no tratamento de emergências hipertensivas durante a gravidez

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Joinville promoveu ...

Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site consideramos que você está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

Aceitar e continuar no site