Posicionamento Febrasgo sobre nova edição da Caderneta para Gestantes lançada pelo MS

Friday, 13 May 2022 18:05

Posicionamento Febrasgo sobre a nova edição da Caderneta para Gestantes lançada pelo Ministério da Saúde

 

A Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) vem a público manifestar seu posicionamento às atualizações da 6ª edição da Caderneta da Gestante, lançada em 4 de maio pelo Ministério da Saúde.

 

Em leitura atenta ao documento não foi observado incentivo às práticas de episiotomia e da manobra de Kristeller, mantendo-se o cumprimento de orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o assunto e das Diretrizes Nacionais de Assistência ao Parto Normal, documento consolidado em 2017 pelo Ministério da Saúde em acordo com atores técnicos e sociais, incluindo a Febrasgo.

 

“Não existe nenhuma referência no documento sobre a manobra de Kristeller. Em relação à episiotomia, a única citação sobre o tema reforça que o procedimento não deve ser feito de maneira sistemática”, avalia Dr. Alberto Trapani, presidente da Comissão Nacional Especializada (CNE) de Assistência ao Abortamento, Parto e Puerpério da Febrasgo.

 

A Febrasgo reafirma o compromisso com a garantia dos direitos das mulheres brasileiras, atenta às questões que impactam a saúde de gestantes, lactantes e puérperas, bem como de recém-nascidos, comprometendo-se a observar constantemente todas as ações, trazer informes e posicionamentos aos seus associados e à sociedade em geral.

Mais conteúdos

Síndromes Hipertensivas da Gravidez

Síndromes Hipertensivas da Gravidez

As síndromes hipertensivas da gravidez representam a segunda principal ...

Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de cookies. Ao continuar no site consideramos que você está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

Aceitar e continuar no site