Notícias

FIGO super banner 728x90

Planejar a maternidade é saudável

Quarta, 06 Setembro 2017 11:24
Você quer ter filhos? Com quantos anos? Em qual momento da vida? Adiar a gravidez é praticamente uma tendência mundial. Razões para ter filhos depois dos 30, 40 anos não faltam, como a conquista da carreira, o aprimoramento nos estudos e a estabilidade financeira. Com o avanço da medicina, as mulheres estão se tornando mães em idades mais avançadas.

Esse cenário é possível graças aos avanços nos tratamentos de preservação da fertilidade, o que também mostra que ter filhos não é mais uma “obrigação” para os casais. A maternidade remete a planejamento, mas ainda há dúvidas sobre qual o momento certo para engravidar e como identificá-lo.

Uma vida saudável, sem oscilação de peso, livre de doenças sexualmente transmissíveis e sem uso abusivo de álcool, café e cigarro, costuma ser recomendado. Em contrapartida, o principal impedimento para a gravidez continua sendo a idade da mulher. A fertilidade varia entre populações e tende a declinar com a idade. Depois dos 35 anos, as chances de engravidar começam a se reduzir e cresce a possibilidade de doenças genéticas, como a síndrome de Down.

Histórico de cisto de ovário, mioma, endometriose, inflamação pélvica por doenças sexualmente transmissíveis e mãe com menopausa precoce são fatores importantes para o ginecologista avaliar o quanto uma gravidez pode ser adiada.

Uma alternativa é congelar os óvulos para ter uma chance maior no futuro se necessitar de tratamentos de fertilização in vitro. Lembre-se sempre que os tratamentos são uma alternativa para quem deles necessita e não uma garantia de gestação, principalmente em mulheres em faixas etárias mais elevadas.

A sugestão é conversar com o ginecologista não somente para anticoncepção, mas também para discutir se quer engravidar e quando.

Deixe um comentário

Mais sobre o assunto

Como foram feitas as recomendações para o rastreamento do câncer de mama?

Como foram feitas as recomendações para o rastreamento do câncer de mama?

Para entendermos como foram feitas as recomendações para o ...
Febrasgo em Vitória, do Espírito Santo, em defesa da disponibilidade obstétrica

Febrasgo em Vitória, do Espírito Santo, em defesa da disponibilidade obstétrica

A luta dos ginecologistas e obstetras brasileiros para consolidar definitivamente ...
FEBRASGO E COREN-SP VÃO CONSTRUIR EM CONJUNTO MODELOS DE ASSISTÊNCIA OBSTÉTRICA

FEBRASGO E COREN-SP VÃO CONSTRUIR EM CONJUNTO MODELOS DE ASSISTÊNCIA OBSTÉTRICA

Presidentes da Febrasgo e do Conselho Regional de Enfermagem de ...