2009

Gestação Positiva tira dúvidas sobre gestantes HIV positivas por telefone

mai 2 • Notícias • 513 Views • Comentários desativados

Serviço semelhante implantado nos Estados Unidos recebe, em média, 23 ligações ao mês

O Projeto Gestação Positiva, idealizado pela Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), conta agora com o apoio da FEBRASGO. Implantado em dezembro de 2008 para atender médicos ginecologistas, obstetras, pediatras e infectologistas via 0800, visa a tirar dúvidas quanto ao tratamento e ao uso de antirretrovirais em gestantes e lactentes infectados pelo HIV.

Vale destacar que, em um futuro próximo, a ação será ampliada para todas as doenças infecciosas na gestação, o que a tornará ainda mais relevante.

“Esse é um dos mais importantes serviços para o médico, que em tempo real pode tirar todas as suas dúvidas ou discutir casos com pessoas que têm grande experiência no assunto”, avalia Juvêncio Furtado, presidente da SBI. “O serviço é um canal aberto entre a infectologia e ginecologista.”

Todo esse processo está sob a responsabilidade de infectologistas bastante experientes no assunto, que são acionados sempre que as informações previamente oferecidas pelo call center para as dúvidas mais frequentes não se fazem suficientes.

“Independentemente de o médico receber as informações que procurava, poderá solicitar conversar diretamente com um desses infectologistas para discutir um caso ou para mais detalhes”, explica Furtado.

O Projeto Gestação Positiva dispõe de uma consultoria técnica especializada e soma inovação, liderança e referência, aliados à força e prestígio da SBI, com o apoio da FEBRASGO e patrocínio da Abbott.

Ampliação do serviço

De acordo com Juvêncio Furtado, embora com início tímido, o serviço pouco a pouco começa a receber mais ligações.

“É essa demanda que determinará a necessidade da iniciativa e sua ampliação para todas as doenças infecciosas na gestação.”

Hoje a capacidade de atendimento ainda é bem maior do que a demanda registrada. “Os 30 mil a 40 mil ginecologistas no país são responsáveis por 3 milhões de gestantes. Dúvidas não apenas sobre a aids, mas sobre doenças infecciosas em geral certamente surgem a todo instante. Atualmente, por exemplo, temos sido acionados com bastante frequência por causa da nova gripe.”

Como utilizar

O serviço está disponível para todo o país. As ligações são gratuitas e podem ser feitas inclusive a partir de telefones celular ou público.

Seja do consultório, do hospital, de casa, no momento em que estiver atendendo ou assistindo a um paciente, estudando ou pesquisando, basta o médico ligar para 0800 777 1080 e esclarecer tudo o que for necessário quanto ao tratamento e uso de antirretroviraisem gestantes e lactentes infectados pelo HIV.

Todas as ligações são documentadas para fins de mensuração do sucesso do projeto.

Comments are closed.

« »